Cirurgia de Diabetes Tipo 2: Entendendo a Cirurgia

CIRURGIA METABÓLICA

A Cirurgia De Bypass é um dos procedimentos que ajudam no controle do Diabetes tipo 2 . Após a cirurgia, o paciente geralmente começa a estabilizar a glicose, podendo inclusive, parar de usar a Insulina e/ou hipoglicemiantes orais, após avaliação do ENDOCRINOLOGISTA.

Lembramos que o controle da glicemia, após a cirurgia, vai variar de acordo com o paciente, pois cada organismo responde de forma diferente aos tratamentos médicos.

O diabetes tipo 2 é uma doença crônica que afeta a forma como o corpo metaboliza a glicose, principal fonte de energia do corpo. No Brasil, 14,3 milhões de pessoas convive com o Diabetes, o que representa 9% da população.




DIABETES EM NÚMEROS

O número de brasileiros diagnosticados com diabetes cresceu 61,8% nos últimos 10 anos, passando de 5,5% da população em 2006 para 8,9% em 2016..

Os dados são da última pesquisa Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (VIGITEL), divulgada em abril de 2017 pelo Ministério da Saúde.

O Diabetes tipo 2 é a forma mais comum da doença. Inclui cerca de 90% dos pacientes. Geralmente, o tipo 2 aparece depois dos 40 anos e está associado à obesidade, ao sedentarismo, à alimentação inadequada e ao estresse.


DOENÇA SILENCIOSA

Ela é uma doença crônica e progressiva que pode causar danos renais, cegueira, surdez, impotência sexual, infarto, amputação de membros e inúmeros outros problemas de saúde.

Pacientes com Índice de Massa Corporal (IMC) entre 30 e 35 e portadores de diabetes mellitus tipo 2, sem adequada resposta ao tratamento clínico convencional, poderão ser tratados com cirurgia.

O Conselho Federal de Medicina (CFM) o parecer número 38/2017 que reconhece a cirurgia metabólica como opção para o tratamento de diabetes tipo 2.

O ByPass é um dos procedimentos que pode ajudar no controle do Diabetes tipo 2, permita-se conhecer como é o procedimento.


Converse no WhatsApp